Extensão Universitária

São programas de curta duração (certificação por Badges) e servem para aprimoramento profissional em determinado foco. As durações dos programas oferecidos estão de acordo conforme estabelecido pela Comissão independente de Educação na regra 6E 2004 (4) FAC. Nossa instituição tem o desejo de preparar profissionais para atuar nas seguintes áreas: teologia, ministério, educação, administração,  música, belas artes, comunicação e serviço social. Todos os nossos programas são oferecidos conforme a Section 1005.06 (1) (f), FS e de acordo com a Rule 6E-5.001, Fla, Admin.

Por que fazer sua extensão conosco ?

A Emil Brunner World University é a única universidade que coloca a própria  ideologia educacional acima dos lucros financeiros. Mais de 80% do nosso corpo docente é composto por doutores. Nosso método de ensino potencializa em até 80% do aprendizado do aluno. Em seu método de ensino, a EBWU utiliza técnicas de memorização utilizadas pelos agentes da Cia. Possuímos tecnologia de ponta oriunda da NASA para oferecer o melhor para nossos alunos. Nossas vídeo aulas são produzidas com o melhor equipamento e a aplicabilidade certa das técnicas cinematográficas aplicadas pela industria cinematográfica de Hollywood. Nossos diplomas e certificados além de serem obras primas de arte (são os mais lindos que você já viu com certeza!) são aceitos nos Estados Unidos, em todos os países signatários da Convenção de Haia e também no Brasil conforme o parecer do CNE/MEC. A carga horária dos nossos programas é superior a carga horária exigida pelos órgãos educacionais da maior parte dos países existentes no Globo. Matriculando-se em nossos programas educacionais para o desenvolvimento humano você terá:

1. Acesso irrestrito em nossa plataforma digital de aprendizagem.

2. Material didático incluso: módulos, e-books, vídeo aulas, documentários, artigos e mapas mentais.

3. Receberá conhecimentos profundos não acessíveis para pessoas procedentes de países de terceiro mundo e no idioma português para todos os estudantes oriundos de países de língua portuguesa.

4. Tutoria pedagógica online.

5. Trabalho pedagógicos direcionados.

6. Biblioteca virtual de aprendizagem com mais de 12 mil livros.

7. Grupo Vip para nossos alunos no Facebook.

8. Tecnologia de ponta.

9. Relacionamento com outros estudantes por meio de nosso grupo Vip do Facebook.

10. Brindes e bônus imperdíveis no decorrer do curso.

11. Certificado Americano em inglês assinado pelo reitor da universidade podendo ser apostilado e notariado conforme a convenção de Haia, estando assim a documentação totalmente legalizada nos países signatários deste tratado (a legalização conforme a Convenção de Haia estará sujeita a acréscimo nos valores do programa desejado).

12. Acesso gratuito aos nossos webinários

Nós somos a melhor opção sem duvidas!!!

 

Você tem outras opções:

1. Cursar sua extensão universitária em outra instituição de Ensino Superior que somente possui a modalidade de ensino presencial.

Se você é uma pessoa que não tem tempo, terá menos ainda, pois não poderá escolher a modalidade de ensino que deseja cursar. Você somente terá a opção de estudar na modalidade presencial nesse caso. Fazendo presencialmente em uma determinada instituição de ensino que não seja a EBWU, você terá que arcar com diversas despesas incluindo livros e materiais didáticos.

 2. Não fazer nunca

Você irá  protelar, protelar, pensar, pensar, os anos irão passar e você nunca irá tomar uma decisão concreta e segura. 

Tome uma decisão hoje, pois amanha pode ser muito tarde!

 

Por que somos a melhor opção?

Conosco você poderá escolher a modalidade que irá estudar. Você poderá estudar presencialmente ou á distância. Na modalidade de Ensino presencial você poderá usufruir de todo o equipamento e estrutura que possuímos em Miami-FL, com todo o material didático incluso sem precisar gastar quantias exorbitantes em dinheiro. Na modalidade de ensino á distância você poderá estudar na comodidade do seu lar, sem precisar ficar longe da família, sem precisar viajar, comprar livros mais que o necessário (pois todo o material didático estará incluso sem gastos adicionais), sem precisar saber falar inglês ou precisar aprender um novo idioma. Nosso certificado de extensão universitária vale em todos os países signatários da Convênção de Haia e também no Brasil conforme o parecer do CNE.  O certificado entregue para o aluno matriculado na modalidade á distância é o mesmo do presencial. 


Entre em contato com nossa equipe. 
Preencha o formulário abaixo e nos envie seu pedido de matricula para qualquer um dos nossos programas.

Após recebermos seu formulário lhe responderemos em até 48 horas.

  

 

Code.

Preencha o formulário abaixo e nossa equipe entrará em contato contigo em até 48 horas. 

* Campos Obrigatórios

EPISTOLAS PAULINAS

R$1.800,00
CURSO DE EXTENSÃO AS EPÍSTOLAS DE PAULO Apresentação As epístolas paulinas expressam o cuidado do apóstolo com sua equipe missionária e com as igrejas que foram estabelecidas. Neste curso sobre as cartas de Paulo, você verá o Evangelho chegando aos gentios, de uma forma dinâmica e com a autoridade do Espírito, um avanço sobrenatural na força do Senhor. Objetivo Explorar a vida, os ensinos e o significado da atuação de Paulo e de seus discípulos, bem como das comunidades que ele formou ou que se identificaram com sua pregação. Despertar os alunos a seguirem rigorosamente a doutrina ensinada pelo apóstolo Paulo na realização da obra e expansão do reino de Deus meditando e contextualizando-se através de estudos sistemáticos da prática espiritual, da história, da filosofia, da cultura e da religião daquela época. Ementário Módulo 1 - A importância do apóstolo Paulo Ementa: Apresentação; tessalonicenses; Paulo: personagem e apóstolo; as cartas paulinas; a igreja de Tessalônica; Tessalonicenses; Coríntios; - Paulo: personagem e apóstolo. Referências Básicas: BULTMANN, R. Teologia do novo Testamento. São Paulo: Editora Teológica, 2004. MARSHALL, I. H. Atos dos Apóstolos: introdução e comentário. Série Cultura Bíblica. São Paulo: Vida Nova, 1999. WHITE, E, G. Paulo: o apóstolo da fé e da coragem. Campinas: Certeza Editorial, 2004. Módulo 2 - Paulo e suas credenciais apostólicas Ementa: Nesse módulo veremos que a maioria da igreja em Corinto aceitava a Paulo e era submissa à sua autoridade apostólica, contudo, havia um número pequeno de irmãos contrários à Paulo que seguiam os pseudo-apóstolos, e é a esse pequeno universo que Paulo direciona sua ‘bateria de fogos’ mudando drasticamente o seu tom respondendo a uma série de questionamentos críticos e repreende os motivos espúrios dos pseudo-apóstolos. Referências Básicas: CARSON, D. A. Introdução ao Novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 2004. FABRIS, R.; BARBAGLIO, G. As cartas de Paulo – 03 volumes. São Paulo: Edições Loyola, 1992. NICHOL, Francis D (Ed.); MATA, Victor E. Ampuero. Comentario biblico adventista del septimo dia: Mateo a Juan. Boise: Publicaciones Interamericanas, 1987. Módulo 3 - A Igreja de Filipos e sua característica supridora Ementa: Nesse módulo veremos a História da Igreja de Filipos, que era a capital da província romana chamada Macedônia, localizada em território que hoje pertence à Grécia. Seu nome significa "pertencente a Filipe". A cidade foi fundada por Filipe, pai de Alexandre Magno, em 358 a.C. Era importante devido à sua localização junto à principal estrada que cortava a Macedônia no sentido leste-oeste, servindo de caminho entre a Ásia e Roma. Além disso, a cidade possuía minas de ouro e prata. Referências Básicas: COMBLIN, José. O caminho da sabedoria. Estudos Bíblicos, 37, Petrópolis: Vozes, p.9-17, 1993. COMBLIN, José. Paulo e a cruz de Jesus. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana/Ribla, 20, Petrópolis: Vozes, p.54-61, 1995. Módulo 4 - A Equipe de colaboradores de Paulo Ementa: O apóstolo Paulo teve muitos ajudantes em sua obra ministerial, e nesse módulo veremos alguns deles. Ele os mencionou em sua carta aos Romanos (cap.16). Ele fez uma referência especial a Febe, que “…que tem sido protetora de muitos e de mim inclusive” (v.2). Priscila e Áquila arriscaram suas vidas por Paulo (vv.3-4). E Maria, Paulo disse: “…muito trabalhou por vós” (v.6). Referências Básicas: BRITO, Jacil Rodrigues de. O apóstolo Paulo e a tradição farisaica. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana/Ribla, 40, Petrópolis: Vozes, p.20-35, 2001. CAÑAVERAL OROZCO, Anibal. “Gerar” uma nova masculinidade – Aproximação a partir de Paulo. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana/Ribla, 56, Petrópolis: Vozes, p.158-179, 2007. COMBLIN, José. Paulo e a mensagem da liberdade. Estudos Bíblicos, 14, Petrópolis: Vozes, p.64-70, 1987. GASS, Ildo Bohn. Estratégia pastoral de Paulo e sua equipe. Estudos Bíblicos, 103, Petrópolis: Vozes, p.79-92, 2009. Módulo 5 – Romanos Ementa: Carta aos romanos a igreja de Roma; - O contexto da carta aos romanos; - Temas fundamentais da carta aos romanos. Referências Básicas: LUTZ, Marli et alli. Aspectos litúrgicos nas cartas de Paulo. Estudos Bíblicos, 35, Petrópolis: Vozes, p.68-75, 1992. MARQUES, Valdir. A antropologia de Paulo de Tarso. Revists Eclesiástica Brasileira/Reb 69, fasc. 275, Petrópolis: Vozes, p.516-532, 2009. MAZZAROLO, Isidoro. Evangelizar é um imperativo (1Cor 9,16)! A evangelização, hoje, à luz da missão do Apóstolo Paulo. Revists Eclesiástica Brasileira/Reb 69, fasc. 275, Petrópolis: Vozes, p.549-572, 2009. Módulo 6 – Coríntios Ementa: A igreja de Corintio e as duas cartas aos coríntios. Referências Básicas: PIXLEY, Jorge. As epístolas paulinas: de cartas ocasionais a Sagrada Escritura. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana/Ribla, 42/43, Petrópolis: Vozes, p.100-120, 2002. PRADO, José Luiz Gonzaga do. Paulo: o evangelizador se evangeliza. Estudos Bíblicos, 39, Petrópolis: Vozes, p.64-74, 1993. DWYER, Jane Elizabeth. Experiências de Eclésia em Corinto. Estudos Bíblicos, 83, Petrópolis: Vozes, p.63-68, 2004. FRIGERIO, Tea. Os conflitos na Igreja de Corinto: 1ª aos Coríntios. Estudos Bíblicos, 12, Petrópolis: Vozes, p.31-37, 1987. Módulo 7 – Paulo Missionário Ementa: As viagens - cartas aos Filipenses e aos gálatas - Paulo missionário; - As três viagens missionárias de Paulo; - A viagem do cativeiro; - As igrejas de filipos e da galácia; - As cartas aos filipenses e aos gálatas. Referências Básicas: MOREIRA, Odson Lopes. A Eclésia vira Igreja: uma experiência de Eclésia no primeiro século. Estudos Bíblicos, 83, Petrópolis: Vozes, p.78-85, 2004. MOSCONI, Luís. Paulo Apóstolo: Fidelidade a Jesus Cristo e ao Reino no meio dos conflitos. Estudos Bíblicos, 12, Petrópolis: Vozes, p.24-30, 1987. Módulo 8 – Cartas Colossenses e aos Efésios Ementa: Cartas aos colossenses e aos efésios; - O bilhete a filêmon introdução à carta aos colossenses; - introdução à carta aos efésios; - Introdução ao bilhete a filêmon. Referências Básicas: LOCKMANN, Paulo. Homem e mulher: papéis e funções à luz de Colossenses e Efésios. Estudos Bíblicos, 85, Petrópolis: Vozes, p.80-89, 2005. OLIVEIRA, Ananias. Experiências de Eclésia em Colossenses e Efésios e o desafio da unidade cristã. Estudos Bíblicos, 83, Petrópolis: Vozes, p.69-77, 2004. SCHMITT, Flavio. O mistério do Mistério. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana/Ribla, 55, Petrópolis: Vozes, p.29-35, 2006. VASCONCELLOS, Pedro Lima. Colossenses e Efésios – Desdobramentos da tradição paulina. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana/Ribla, 55, Petrópolis: Vozes, p.20-28, 2006. Módulo 9 - Paulo e o evangelho Ementa: Na sociedade de seu tempo; - As cartas pastorais o evangelho segundo Paulo; - Paulo e o cristianismo: uma proposta de liberdade em cristo; - As cartas pastorais: 1 e 2 timóteo e tito. Referências Básicas: KÄSEMANN, E. Perspectivas paulinas. São Paulo: Teológica, 2003. AGUIAR, Adenilton Tavares de. Retórica e teologia nas cartas de Paulo: discurso, persuasão e subjetividade. Santo André: Academia Cristã, 2012. ASSIS LIMA, Cyzo. A Fé: força dos que crêem no deus libertador e salvador. Estudos Bíblicos, 34, Petrópolis: Vozes, p.73-79, 1992.

KARL MARX E IMANNUEL KANT NA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO

R$1.900,00
KARL MARX E IMANNUEL KANT NA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO Introdução A teologia da libertação é uma corrente teológica que engloba diversas teologias cristãs desenvolvidas no terceiro mundo ou nas periferias pobres do primeiro mundo a partir dos anos 70 do século xx, baseadas na opção preferencial pelos pobres contra a pobreza e pela sua libertação. Desenvolveu-se inicialmente na américa latina. Estas teologias utilizam como ponto de partida de sua reflexão a situação de pobreza e exclusão social à luz da fé cristã. Esta situação é interpretada como produto de estruturas econômicas e sociais injustas, influenciada pela visão das ciências sociais, sobretudo a teoria da dependência na américa latina, que possui inspiração marxista. Ementário Módulo 1 – Contextualização Histórica Ementa: Contexto histórico da Teologia da Libertação. O Evangelho Social, a Teologia da Esperança e a Teologia Antropo-política. O marxismo como base ideológica. Referências Básicas: Boff, L. Jesus Cristo Libertador. 18a edição. Petrópolis: Editora Vozes, 2003. Dussel, E. Teologia da Libertação – Um panorama do seu desenvolvimento. Petrópolis: Editora Vozes, 1999. Módulo 2 – Teologia da Libertação Africana Ementa: História do surgimento da Teologia Africana. Conceito de Teologia Africana. Fontes de Teologia Africana. As figuras-chave no sistema das crenças africanas. Língua e linguagem. Religião Tradicional Africana (RTA). Referências Básicas: CHALÁ, Catherine. Elementos indispensáveis da Teologia Afro-americana. In Antônio Aparecido da Silva e Sônia Querino dos Santos (orgs.). Teologia Afro-americana: Avanços, Desafios e Perspetivas. São Paulo: Centro Atabaque de Cultura Negra e Teologia, 2000. ELA, Jean-Marc. El Grito del Hombre Africano. Estella (Navarra): Verbo Divino, 1998. LOPES, Carlos. A África e sua Diáspora: Em busca de uma nova parceria. BAHIA GLOBAL. Salvador da Bahia: Edição histórica. Ano I, p. 9, julho de 2006. Módulo 3 – Teologia da Libertação Sul-Africana Ementa: Conceito histórico da Teologia da Libertação Sul-Africana. O Apartheid em perspectiva histórica. Religião do apartheid. A Teologia Negra. Referências Básicas: Gayraud S. Wilmore e James H. Cone, editores, Teologia Negra (São Paulo: Paulinas,1986), p. 522-4. T. F. Pettigrew, "Racism," World Book Encyclopedia, 1986. Walvin, Slavery, p. 25-50 e D. B. Davis, “Slavery,” World Book Encyclopedia, edição de 1986. Módulo 4 – Teologia da Libertação Negra nos Estados Unidos Ementa: A teologia negra é um movimento teológico que surgiu entre os cristãos negros nos Estados Unidos da América na segunda metade da década dos 60. Ela se concentra na reflexão teológica sobre a luta dos negros norte americanos, liderados no princípio pelo pastor batista Martin Luther King, Jr., para conseguirem a justiça e libertação sociais, políticas e econômicas numa sociedade dominada pelos brancos. Ela se baseia na Bíblia e nas características singulares da experiência religiosa dos negros americanos. Ela encontra na Bíblia uma base para o sentido político da libertação, isto é, o êxodo do Egito. Iremos ver nesse módulo o Movimento dos Direitos Civis, a Religião Negra de Joseph Washington e o Movimento Poder Negro. Referências Básicas: A. BOESAK, Emergindo das selvas, p. 112. Sobre racismo e teologia negra cf. R. DEOTIS, Resposta criativa ao racismo..., p. 51-61. Pablo RICHARD, A teologia da libertação na nova conjuntura : temas e desafios para a década de noventa, Revista Eclesiástica Brasileira, v. 51, n. 203, p. 651-663, 1991. Gayraud S. Wilmore e James H. Cone, editores. Teologia Negra. (São Paulo: Paulinas,1986), p. 522-4. Módulo 5 – Teologia da Libertação na Ásia Ementa: Há muito tempo, missionários na Ásia tentou introduzir e desenvolver no cristianismo uma forma familiar na América, mas muito desagradável, no continente asiático. Eles geralmente encontraram mínimo sucesso. Nesse módulo iremos ver que alguns esforços recentes têm tentado compreender primeiro cultura oriental e sistemas de crenças. Com esta fundação, tem sido possível desenvolver uma comunicação mais profunda com os moradores lá que tem permitido a compreensão mútua. Isto permitiu uma maior eficácia no esforço missionário. A fim de entender a teologia asiática deve examinar distinções entre as culturas orientais e ocidentais. Referências Básicas: GH Anderson, ed, Vozes asiáticas em Teologia cristã. 1998. DJ Elwood, ed, Que cristãos asiáticos estão a pensar; 2001 Elwood DJ e EP Nakpil, eds, O Homem e do Santo; 1967. Kitamori K, Teologia da Dor de Deus; 1999. K Klostermaier, Hindus e cristãos no Vrindaban; 2003. Michalson C, Japoneses de Teologia cristã. 1997. Módulo 6 – Teologia da Libertação Síntese Ementa: Situação política, econômica e social do continente: Neste contexto nasce a Teologia da Libertação. A valorização do marxismo como instrumento de análise social: as ciências sociais. Mudanças no âmbito da Igreja Católica, possibilitaram o surgimento da Teologia da Libertação. O florescimento das Comunidades Eclesiais de Base. Referências Básicas: F. Castillo, Teologia de la liberación y teoria de la dependencia, in: Teología de la liberación y realidad chilena, CEDM, Rehuc, Santiago, 1989, p.17. G. Gutierrez, Théologie de ta Libération - Perspectives, Bruxelles, Lumen Vitae, 1974, pp. 276-77. Módulo 7 - A Teologia da Libertação e seu caráter histórico-político Ementa: Este módulo procura analisar o surgimento e o desenvolvimento da Teologia da Libertação, assim como a forma com que esta se infiltrou na sociedade, ou seja, através das Comunidades Eclesiásticas de Base. Nossa análise parte da leitura comparada da bibliografia histórica e teológica disponível sobre a temática e sobre os principais teóricos da libertação. Referências Básicas: BETTO, Frei. O que é Comunidade Eclesiástica de Base. São Paulo: Brasiliense, 1981. BOFF, Leonardo; REGIDOR, J.R.; BOFF, Clodivis. A Teologia da Libertação: balanço e perspectivas. Rio de Janeiro: Editora Ática, 1996. C. Boff. Teologia e Prática, teologia do político e suas mediações. Petrópols, Vozes, 1978.; G. Guitiérrez, Teologia da Libertação. Petrópolis, Vozes, 1976. pp. 18 à 25; 32 à 45. GONÇALVES, Pe. Dr. Paulo Sérgio Lopes. Epistemologia e Método do Projeto Sistemático da teologia da Libertação. Petrópolis: Vozes, 2000. Módulo 8 - Teoria da Dependência e Marxismo Ementa: A necessidade de desenvolver uma interpretação de nossa realidade torna a trajetória do marxismo latino-americano desviante. Iremos analisar aqui nesse módulo o deslocamento que ocorreu no marxismo europeu do pós-guerra para os temas da filosofia e da crítica literária. Referências Básicas: J. C. Portantiero, O marxismo latino-americano, in: E. Hobsbawm (org.), História do marxismo. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1989, Vol. XI, pp. 333-354. L. Bordin, O marxismo e a Teologia da Libertação. Rio de Janeiro, Dois Pontos, 1987, pp. 68-71; 132-142. Módulo 9 - A Teologia da Libertação na conjuntura atual Ementa: Nesse módulo iremos ver que a queda do socialismo no Leste europeu, seguido de uma crise generalizada do marxismo, levaram a crer que também para a Teologia da Libertação pudesse ter chegado o princípio do fim. Aqui iremos mostrar a atual situação da Teoria da Libertação, e como ela é vista no momento. Referências Básicas: Marc H. ELLIS, Hacia una teologia judia de la liberación, San José, Editorial DEI, 1988. Módulo 10 - Aspectos messiânico-proféticos de Marx Ementa: Neste módulo a intenção é apontar para a íntima ligação existente entre o projeto marxista de emancipação e uma teoria secularizada da redenção. O aluno irá aprender sobre a natureza messiânica da discussão aqui empreendida (Introdução). Posteriormente, com ajuda de grandes intérpretes do legado marxiano, tais como Eric Fromm, Paul Tillich e Giorgio Agamben, o curso irá mostrar algumas afinidades eletivas entre o marxismo e o messianismo, a partir de uma breve exposição de obras pelas quais Karl Marx disserta sobre teologia e temas afins. Referências Básicas: DERRIDA, J. Spectres de Marx. Paris: Éditions Galilée, 1993. FROMM, E. O conceito marxista de homem. Trad. Octavio Velho. 6.ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1975. GAGNEBIN, J. M. Teologia e messianismo no pensamento de W. Benjamin. Estudos Avançados, São Paulo, v. 13, n. 37, 1999. MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. Trad. Artur Morão. Lisboa: Edições 70, 1993. Módulo 11 – Filosofia Kantiana Ementa: O filósofo Imannuel Kant, inaugurou uma nova forma de pensar ao rejeitar o dogmatismo e ceticismo, algo que revolucionou o pensamento filosófico conhecido até então. Nesse módulo, através do seu pensamento, iremos ver que o sujeito apenas pode conhecer os fenômenos, objetos da intuição empírica, pois, tudo o que não passar nessa verificação, é incognoscível. A razão especulativa falha em definir questões sobre a alma, Deus, liberdade e moral. Consequentemente, esses elementos serão abordados pela razão prática, visto que não é possível em outro campo. Referências Básicas: KANT, Immanuel. Crítica da Razão Pura. São Paulo: Martin Claret, 2009. KANT, Immanuel. Crítica da Razão Prática. São Paulo: Martin Claret, 2003. DURANT, Will. A Filosofia de Immanuel Kant. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1965. Módulo 12 – Kant e a Teologia Ementa: A importância de Kant para o que chamamos de "modernidade". Este módulo tenta responder, em suma, à seguinte pergunta: A filosofia de Kant representaria apenas mais uma etapa no incoercível caminho para o niilismo ou o ateísmo moderno? Autonomia como princípio - a nova fundamentação da moralidade em Kant. Referências Básicas: BOBBIO, Norberto. Direito e Estado no pensamento de Emanuel Kant. Brasília: UnB, 1997. COTRIM, Gilberto. Fundamentos da Filosofia: história e grandes temas. 15. ed. São Paulo: Saraiva, 2002. GOMES, Alexandre. A moral e o direito em Kant. Belo Horizonte: Mandamentos. 2007. LEITE, Flamarion Tavares. Manual de filosofia geral e jurídica: das origens a Kant. 2. ed. Revista e ampliada. Rio de Janeiro: Forense, 2008. MOI, Fernanda de Paula Ferreira; OLIVEIRA, Bruno Gomes de. À paz perpétua de Kant: Paradigma para a construção de uma nova ordem jurídica internacional. Disponível em: PASCAL, G. Kant. Petrópolis: Vozes, 1985.

Administração em Redes Sociais

R$997,07
Você já ouviu falar de um programa de pós graduação lato Sensu que aborde de forma abrangente as redes Sociais? Nós pensando nisso desenvolvemos um programa único no mercado. Este programa é indicado para você que ama e se diverte nas redes sociais e ainda fará com que você possa ganhar muito dinheiro no mercado digital. Este é o o seguimento que mais cresce no mundo. O programa de Extensão de Administração em Redes Sociais é único no mundo inteiro!!! Diretamente dos Estados Unidos da América para você!!! Todos os mistérios revelados enfim!!! Pensando no seu conforto você poderá cursar: 1. Totalmente EAD. 2. Não precisará saber inglês e poderá estudar em seu próprio idioma. 3. Irá aprender se divertindo. 4. Com pouco tempo em apenas 3 meses poderá concluir o programa. Isso mesmo! Sem viagens! Sem aulas chatas! Com bastante curtição! Em pouco tempo! É seu direito: - Receberá aulas de doutores e pós doutores - Material didático totalmente gratuito. - O melhor sistema EAD do mundo com plataforma de aprendizagem digital além de Sistema Streaming. - Materiais digitais criados com equipamentos de Ponta. - Biblioteca digital com acervo de mais de 100 mil livros digitais. - Certificação americana reconhecida em mais de 109 países incluindo o Brasil (Não precisa revalidar no Brasil de acordo com o parecer do CNE do Brasil). - Além de vários bônus adicionais. Duração: 3 meses Carga horária: 150 horas Modalidade: EAD 3 parcelas de R$ 333,00 Cronograma do programa: 1. Introdução as redes sociais 2. As principais redes sociais 3. Monetização e redes sociais 4. Produção de Contéudo para redes sociais Mas não perca tempo pois temos apenas 40 vagas para este programa por isso Se matricule Agora!