CIÊNCIAS DO ACONSELHAMENTO

CIÊNCIAS DO ACONSELHAMENTO

Disponível: Em estoque

R$20.000,00

Código: 000034


Comprar
Bacharel em Ciências do Aconselhamento
Primeiro Ano
1.1 Tempos Globais
As características fundamentais e as diversas dimensões da globalização. As transformações dos estados, Corporações e ONGs. Sociedade global, Nacional e Local. As Principais Características da Ordem Internacional do Pós-Guerra fria. Instituições Internacionais e governança: ONU, FMI, BM, OMC, Regimes ambientais, Regimes contra a proliferação de armas de destruição em massa. Estado de direito global e estado Nação.
Referências Bibliográficas
D. HELD, A. MCGREW, D. GOLDBLATT & J. PERRATON. Global Transformations. Politics, Economics and Culture. Stanford University Press, 1999.
Thomas friedman O Lexus e a Oliveira. Compreendem a Globalização. Rio, Campus, 2000.

1.2 Introdução ao Estudo da Bíblia
Abordando a Bíblia como objeto de Estudo; Os três principais campos de Estudos da Bíblia; O Antigo Testamento (Texto, Cânon e Literatura) e o Novo Testamento (Texto, Cânon e Literatura).
Referências Bibliográficas
Geisler/Nix. Introdução Bíblica. Ed Vida, 1997.
Lohse, Eduard. Introdução ao Novo Testamento. Ed Sinodal.

1.3 - Temperamentos I
O que é Temperamento? Diferença entre Caráter, Personalidade e Temperamento. Os Quatro Temperamentos. As Características Gerais de Cada Um dos Temperamentos.
Referências Bibliográficas
Buss AH, Plomin R. Temperament: Early developing personality traits. Hillsdale NJ:Erlbaum; 1984.


1.4 - Estudo, Métodos e Técnicas
O método científico. A pesquisa científica. Tipos de pesquisa. Pesquisa e ética. Técnicas de pesquisa científica. Observação. Hipótese. Experimentação. Métodos e técnicas de experimentação. Métodos indutivos. Métodos dedutivos. Análise e Síntese. Leis e Teorias. A pesquisa científica em Psicologia. Objetivos de uma pesquisa. Pesquisa bibliográfica. Planejamento da pesquisa. Diferentes delineamentos de pesquisa em psicologia. Os estudos observacionais e descritivos. Questões éticas envolvidas na prática científica.
Referências Bibliográficas
OLIVEIRA, S. L. Tratado de metodologia científica. São Paulo: Pioneira, 2002.
REY,G. Pesquisa Qualitativa em psicologia - caminhos e desafios. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

1.5 - Psicologia Geral
Princípios fundamentais da psicologia: A constituição da Psicologia como ciência - características do contexto social, político e científico e seus impactos nesse processo. Fetchner e Wundt: a fundação da Psicologia científica. Os sistemas teóricos que marcaram os primórdios da Psicologia científica: Estruturalismo, Funcionalismo, Behaviorismo, Gestalt e Psicanálise. Formação da personalidade e fatores básicos do comportamento humano.
Referências Bibliográficas
WEITEN, Wayne. Introdução à psicologia: temas e variações. Tradução de Zaira G. Botelho et al. São Paulo: Cengage Learning, 2002.
BOCK, Ana Mercês Bahia; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Maria de Lourdes T. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. 14.ed. São Paulo: Saraiva, 2009.



1.6 –Empreendedorismo
Sistemas e processos organizacionais. Empreendedorismo e plano de negócio. Introdução à qualidade e produtividade. Estudo dos componentes do processo de desenvolvimento da capacidade empreendedora e inovadora dos indivíduos, indicando os instrumentos necessários ao aluno no planejamento, execução e controle das atividades inovadoras e empreendedoras.
Referências Bibliográficas
BUSINESSWEEK. Empreendedorismo: as regras do jogo. São Paulo: Nobel, 2008.
CHER, Rogério. Empreendedorismo na veia. Rio de Janeiro: Campus, 2008.

1.7 - Metodologia do Trabalho Científico
Conhecimento científico. Normas e estrutura para elaboração de um trabalho científico Métodos e técnicas da pesquisa quantitativa e qualitativa de interesse da ciência psicológica. Método científico e sua importância para a Psicologia.
Referências Bibliográficas
ANDRADE, M. M. Introdução à metodologia do trabalho científico. São Paulo: Atlas, 2007.
CARVALHO, M. C. M. (Org.) Construindo o saber - metodologia científica: fundamentos e técnicas. Campinas: Papirus, 2008.
SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 20. ed. São Paulo: Cortez, 2007.






Aconselhamento
1.8 - Aconselhamento cristão
Conceituação. Aconselhamento psicológico e aconselhamento cristão. Modelos psicológicos de aconselhamento.
Referências Bibliográficas
BORGES: Inez Augusto. Educação e Personalidade: a dimensão sócio-histórica da educação cristã. São Paulo: Editora Mackenzie, 2002. Cap. 4 e 5.
CRABB. Lawrence. Princípios Básicos de aconselhamento bíblico. Brasília DF: Refúgio, 1998.

1.9 - Teoria do Desenvolvimento Humano e Espiritual
Desenvolvimento humano como processo no contexto sociocultural. Aspectos teóricos, metodológicos e éticos das pesquisas. Análise e discussão de projetos de pesquisa na área do desenvolvimento humano. Ênfase nos projetos em andamento relacionados às linhas de pesquisa da área de concentração.

Referências Bibliográficas
Rossetti-Ferreira, Maria Clotilde, Amorim, Katia S. and Silva, Ana Paula S. Uma perspectiva teórico-metodológica para análise do desenvolvimento humano e do processo de investigação. Psicol. Reflex. Crit., 2000.

1.10 –Teorias de Aconselhamento e Prática
História e os desenvolvimentos atuais na teoria e prática do aconselhamento psicológico. Diferentes perspectivas teóricas do aconselhamento. A teoria e a prática da entrevista no processo de aconselhamento psicológico. Diversos tipos de aconselhamento. O desenvolvimento e os resultados do aconselhamento psicológico. Questões éticas envolvidas na prática do aconselhamento psicológico.

Referências Bibliográficas
MAY, R. A Arte do aconselhamento psicológico. Petrópolis: Vozes, 2001.
MORATO, H. (Org.) Aconselhamento psicológico centrado na pessoa. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1999.
FORGHIERI, Yolanda Cintrão. Aconselhamento terapêutico: origens, fundamentos e prática. São Paulo: Thomson, 2007. 150 p.

1.11 –Temperamentos II
Personalidade e seus fatores Hereditários e Ambientais. Características temperamentais.
Referências Bibliográficas
NAVARRO, F. Caractrerologia pós-reichiana. São Paulo: Summus, 1995.
STRELAU, J.; ANGLEITNER, A. Explorations in temperament: International perspectives on theory and measurement. New York: Plenum Press, 1987.

Segundo Ano
Educação Geral
2.1 –História da humanidade de acordo com a Escritura
Introdução à humanidade antes e depois de Cristo.
Referências Bibliográficas
Mirna de Castro. História e Geografia, Coleção Espaço e Ação, Volume 2, Editora Ática, São Paulo, 2000.
História do Homem, Nos Últimos Dois Milhões de Anos, Seleções do Reader’s Digest, Portugal, 1975.


2.2 - Pensamento filosófico
Introdução ao pensamento filosófico e suas principais correntes da teoria do conhecimento e dos pressupostos filosóficos e epistemológicos subjacentes as teorias da educação física. O corpo e a sociedade brasileira, ideologia, dominação e dependência cultural. Estudo e análise das concepções de corpo e corporeidade presentes nos elementos da cultura corporal.
Referências Bibliográficas
CHAUÍ, Marilena S. Convite à filosofia. 12. ed. São Paulo: Ática, 1999.
CHÂTELET, François. Uma história da razão - Entrevistas com Émile Noel. Tradução: Lucy Magalhães. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.
SALIM, Maria Augusta. Sentir, pensar e agir: corporeidade e educação. Campinas. Papirus, 1996.


2.3 - Estudo do Homem e Sua Cultura
A origem humana das perspectivas biológica e cultural. O conceito antropológico de cultura. O significado do termo cultura: senso comum e científico; a simbolização da vida social, a diversidade cultural e as culturas nacionais. A cultura como visão de mundo. Etnocentrismo, relativismo cultural e as relações étnico-raciais. Identidade cultural na atualidade, diversidade e inclusão.
Referências Bibliográficas
DaMATTA, ROBERTO A. RELATIVIZANDO - Uma Introdução à Antropologia Social, Rio de Janeiro: ROCCO, 1987.
GUERRIERO, Silas (Org.). Antropos e Psique. O outro e sua subjetividade. São Paulo: Ed. Olho D’água, 2000.
LAPLANTINE, F. Aprender Antropologia. SP: Brasiliense, 1988.


2.4 - Informação, Pessoas e Tecnologia
TICs aplicadas à gestão de conteúdo e ao fluxo informacional. Modelagem de Processos de Negócio, BPM, BPMN. Conceitos relacionados, aplicações, ferramentas, possibilidades de utilização e tendências. Suportes de registro da informação, linguagens e sistemas.

Referências Bibliográficas
O’BRIEN, James. A. Sistemas de informação e as decisões gerenciais na era da Internet. Trad. de Célio Knipel Moreira e Cid Knipel Moreira. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2004. 431 p.

2.5 - Comunicação efetiva
Conceito de comunicação. Processos de comunicação. Comunicação organizacional. Comunicação hierárquica. Formas de comunicação – verbal, não verbal e virtual. Comunicação interpessoal. Feedback.
Referências Bibliográficas
Beltran, L. R. Adeus a Aristóteles. Comunicação e Sociedade: revista do Programa de Comunicação. S.B.do Campo: UMESP, n. 6, p. 5-35. Set. 1981.
Peruzzo, Cicilia M.K. Comunicação comunitária e educação para a cidadania. Revista PCLA - Pensamento Comunicacional Latino Americano. São Bernardo do Campo: Cátedra Unesco-Umesp, v. 4, n. 1, p. 1-9, 2002a.

Aconselhamento
2.6 - Base Biológica do Abuso de Substâncias
Introdução à Neurobiologia. Drogas depressoras. Álcool. Drogas estimulantes. Crack. Drogas perturbadoras. Problemas médicos, psicológicos e sociais associados ao uso abusivo de álcool e outras drogas.

Referências Bibliográficas
Nery -Filho A, Miranda M, Medina MG. Estudo da alcoolemia numa amostra da população urbana de Salvador. Seminário Internacional: o uso e o abuso de drogas. Salvador: CETAD; 1995.
Pomeroy C, Mitchell JE, Roerig J, Crow S. Medical complications of psychiatric illness. Washington: American Psychiatric Publishing; 2002.

2.7 - Distúrbios da Personalidade
A personalidade e sua estrutura e dinâmica. Principais distúrbios mentais, comportamentos atípicos e suas implicações.
Referências Bibliográficas
Mario Rodrigues Louzã Neto, Táki Athanássios Cordás e colaboradores. Transtornos da Personalidade. 1ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.

2.8 - Desenvolvimento de carreira
Planejamento de vida e planejamento de carreira. Fases e ciclos de carreira. Insumos para o planejamento da carreira: o autoconhecimento, mercado de trabalho e o plano de ação. A gestão de careiras e a gestão de pessoas.
Referências Bibliográficas
BALASSIANO, M. e COSTA, I. S. A. Gestão de Carreiras – Dilemas e Perspectivas, São Paulo, Ed. Atlas, 2006.
DUTRA, J. S. Administração de Carreiras – Uma proposta para Repensar a Gestão de Pessoas, S. Paulo, Ed. Atlas, 1996.




2.9 - Aconselhamento em ambiente comunitário
Histórico do Aconselhamento em Comunidades. Movimentos Populares. Psicólogo Comunitário. Comunidade e Sociedade. Comunidade e Psicologia Social. Inserção do Psicólogo na Comunidade.
Referências Bibliográficas
BAUMAN, Zygmunt. Comunidade: a busca por segurança no mundo atual. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, Editor, 2003.
CAMPOS, Regina Helena de Freitas (orgs). Psicologia Social Comunitária: da solidariedade á autonomia. 15ª Ed. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2009.


BACHELOR OF ARTS IN COUNSELING
Terceiro Ano
Educação Geral

3.1 - Ciência Biológica
As relações entre cultura, linguagem e biologia. Os estudos culturais da ciência e a educação em biologia. A dimensão pedagógica das mídias (televisão, cinema, vídeo, revista, jornal e internet) e a educação em biologia. A pesquisa sobre cultura, discurso e educação em biologia.
Referências Bibliográficas
EL-HANI, C. N e VIDEIRAS. O que é vida? Para entender a Biologia do Século XXI. Rio de Janeiro, Ed. Remule Dumará /FAPERJ, 2000.



3.2 - Introdução à Humanidade
Aspectos constitutivos das ciências humanas e sociais: o trabalho, princípio educativo do trabalho e o desenvolvimento da humanidade Aspectos constitutivos das ciências humanas e sociais: trabalho, princípio educativo do trabalho e o desenvolvimento da humanidade; Áreas de conhecimento das ciências humanas e sociais: filosofia, economia, sociologia, pedagogia, política, antropologia.
Referências Bibliográficas
FORACHI, M.; MARTINS, J. S. Sociologia e Sociedade: leituras de introdução à Sociologia. Rio de Janeiro: LTC, 2002.

3.3 - Estudos de Diplomacia
Conflitos políticos e jurídicos, nas suas relações bilaterais e multilaterais (da diplomacia multilateral geral e da diplomacia parlamentar). A negociação diplomática, nas relações bilaterais e multilaterais: procedimentos, condução, intervenção de terceiros, formação de grupos (institucionalizados ou não), soluções negociadas. Bons Ofícios e Mediação. Diferenças. Procedimentos. Soluções e sua execução.
Referências Bibliográficas
BOSON, Gerson de Britto Mello. Direito Internacional Público, o Estado em Direito das Gentes, Belo Horizonte, Livraria Del Rey Editora, 1994.

3.4 –Aconselhamento
O inconsciente e os mecanismos de defesa. A Técnica não-diretiva. Escolha do método de aconselhamento. Alguns elementos usados no processo de aconselhamento.
Referências Bibliográficas
Daniel S. Schipani - O Caminho da Sabedoria no Aconselhamento Pastoral – Editora Sinodal - Edição 1. 2009.


3.5 - Aconselhamento pré-conjugal
Matrimônio, sexo e noivado. Fatores que conduzem à harmonia. Aconselhamento pré-conjugal e separação. Problemas relacionados ao sexo.
Referências Bibliográficas
Roger F. Hurding - A árvore da cura - Editora: Edições Vida Nova - Ano: 2013.
Howard Eyrich – William Hines. Cura para o Coração - Editora: Cultura Cristã - Ano: 2007.

3.6 - Aconselhamento Familiar
A família em desenvolvimento nos diversos momentos da história humana e na contemporaneidade, e suas estruturas culturalmente e historicamente contextualizadas. Princípios básicos do desenvolvimento afetivo-emocional no contexto familiar. Os métodos na prática do aconselhamento e a utilização de técnicas de aconselhamento. A ética no aconselhamento. Roll-play de situações de aconselhamento.
Referências Bibliográficas
HOFFMAN, L. Foundations of Family Therapy. New York, Basic Books, 1981.
MINUCHIN, S. Famílias: Funcionamento e Tratamento. Trad. J.A. Cunha. Porto Alegre, Ed. Artes Médicas, 1982.

3.7 - Aconselhamento com Idosos
Psicologia do Envelhecimento: influências sobre as práticas com idosos. Conhecimentos necessários para a prática com idosos.
Referências Bibliográficas
Batistoni, S. S. T.; Fortes, A. G.; Yassuda, M. S. Aspectos Psicológicos do Envelhecimento. In Orestes V. Forlenza (Ed.), Psiquiatria Geriátrica - do diagnóstico precoce à reabilitação (pp. 32-36). São Paulo: Atheneu.
Neri, A. L. (2002). Teorias Psicológicas do Envelhecimento. In E. V. de Freitas, L. Py, A. L. Neri, F. A. X. Cançado, M. L. Gorzoni, & S. M. da Rocha, Tratado de Geriatria e Gerontologia (pp. 32-46). Rio de Janeiro, RJ: Guanabara Koogan.

3.8 - Aconselhamento cristão em tempos de crise
Objetivos, Opções, Limites do Atendimento. Aspectos Psicodinâmicos da Vida Espiritual. A mente representacional. Das representações mentais à maturação religiosa.
Referências Bibliográficas
Collins GR. Aconselhamento cristão. São Paulo: Edições Vida Nova; 1990.
Aletti, M., Fagnani, D. & Rossi, G. Religione: cultura, mente e cervello. Nuove prospettive in psicologia della religione. Turim: Centro Scientifi co Editore. 2006.

3.9 - Terapia de grupo
Definições e natureza do grupo terapêutico. Modelos de psicoterapia de grupo. Treinamento e figura do psicoterapeuta. Questões sobre a indicação da psicoterapia de grupo e os aspectos éticos.
Referências Bibliográficas
KAPLAN, H. L & SADOCK, B. J (1996). Compêndio de Psicoterapia de Grupo. Porto Alegre-RS, ed: Artes Médicas.
OSORIO, L. C. (2003). Psicologia Grupal: uma nova disciplina para o advento de uma era. Porto Alegre: Artmed.

3.10 - Teoria da Personalidade: Auto-Estima
Definição de Personalidade. Estrutura dinâmica da personalidade: ID, Ego e Superego. Mecanismos de defesa. Estereótipos. Rotulação. Instintos Humanos: de sobrevivência, de desejo, de competição e de proteção. Cognição Social.

Referências Bibliográficas
RAPPAPORT, Clara Regina. Psicologia do desenvolvimento. São Paulo: EPU, 1981.
DEL PRETTE, Almir. Psicologia das relações interpessoais: vivências para o trabalho em grupo. Petrópolis: Vozes, 2001.

3.11 - Documentação e Arquivos
Arquivo como instrumento de informação. Informação arquivística. Propriedades e características dos documentos arquivísticos. Tipologia documental. Ciclo de vida dos documentos: arquivos corrente, intermediário e permanente. Gestão de documentos: aspectos legais. Instrumentos de gestão de documentos. Preservação documental.
Referências Bibliográficas
BARTALO, Linete; MORENO, Nádina Aparecida. Gestão em arquivologia: abordagens múltiplas. Londrina: EDUEL, 2008.
BERNARDES, Ieda Pimenta. Como avaliar documentos de arquivo. São Paulo: AAB/SP, 1998. 89p.

3.12 - Técnicas Terapêuticas Cognitivas em Aconselhamento
Aconselhamento Psicológico na atualidade. Bases epistemológicas do Aconselhamento Psicológico. Plantão Psicológico. Serviço de Aconselhamento Psicológico. Atitudes e escuta. Aconselhamento Psicológico na Abordagem Centrada na Pessoa. Teoria de personalidade, de psicoterapia e relações interpessoais em Rogers. Desdobramentos pós-rogerianos.
Referências Bibliográficas
ROSENBERG, R. L. Aconselhamento Psicológico Centrado na Pessoa. São Paulo: EPU, 1990.
SCHEEFFER, R. Aconselhamento Psicológico. São Paulo: Atlas, 1985.



3.13 - Sistema de constelação familiar
A Terapia Sistêmica Familiar e seus construtos teórico/práticos: Fundamentação teórica, antecedentes históricos, princípios e bases práticas da constelação familiar segundo Bert Hellinger.
Referências Bibliográficas
Hellinger B, Ten Hövel G. Constelações familiares: o reconhecimento das ordens do amor. São Paulo:Cultrix; 2004.
Hellinger B. Ordens do amor: um guia para o trabalho com constelações familiares. São Paulo:Cultrix; 2003.

Quarto Ano
Educação Geral

4.1 - Introdução à Psicologia Social
Localização histórica da Psicologia. Psicologia social no contexto do conhecimento psicológico. Métodos da Psicologia social. A estrutura psicossocial do homem.
Referências Bibliográficas
Arendt, Ronald J. J. Psicologia Comunitária: teoria e metodologia. Psicol. Reflex. Crit., 1997.

4.2 - Referências Bíblicas do Conselho Cristão
Conceituação. Aconselhamento psicológico e aconselhamento cristão. Modelos psicológicos de aconselhamento. Modelos de aconselhamento cristão. Aconselhamento familiar e aconselhamento em crises do desenvolvimento da vida adulta. Pastoral da solidariedade. Análise crítica dos principais modelos de aconselhamento, incluindo os modelos pastorais. Proposta de se estabelecer uma pastoral, reveladora, libertadora e geradora de crescimento, a partir de uma análise atual e contextual dos dilemas, desejos e atitudes humanas. Favorecer o aconselhamento de modo a se poder discernir o tipo de intervenção a ser efetuada, se na estrutura e dinâmica individual, se no sistema familiar ou de casal.

4.3 - Aconselhando o Divórcio
Caracterização e contextualização do divórcio. Fatores desencadeadores do divórcio. Intervenção psicológica no divórcio.
Referências Bibliográficas
EMERY, R. Interparental conflict and the children of discord and divorce. Psychological Bulletin, Washington, n. 92, 1982, p. 310-330.


4.4 - Dinâmica de grupo
Processos de estruturação e vida dos grupos: gênese e desenvolvimento. As relações interpessoais. Status, papéis e normas sociais no âmbito dos pequenos grupos. Fundamentação teórica e metodológica para a pesquisa e ação grupais nos diversos domínios do campo de trabalho do psicólogo.
Referências Bibliográficas
Bion, W.R. Experiências em grupos. São Paulo: Imago/Edusp. 1975.
Buber, M. (1979). Eu e tu. São Paulo: Cortez/Moraes. 1979.
Cartwright, D. & Zander, A. Dinâmica de grupo. São Paulo: Herder. 1967.

4.5 - Psicologia do Behaviorismo no Aconselhamento Cristão
Behaviorismo radical, epistemologia e problemas humanos. Complexos e complexidade.


Referências Bibliográficas
Carrara, K. Behaviorismo radical: crítica e metacrítica. Marilia: UNESP Marilia Publicações. 1998.

4.6 - Aconselhamento de crianças no divórcio
Introdução ao Divórcio. Fatores Relacionados ao Processo de Divórcio. Aconselhamento infantil. O Papel da Família e o Cuidado Parental. A Importância da Manutenção dos Vínculos Afetivos.
Referências Bibliográficas
COLACIQUE, M.A .M. Depressão infantil associada à separação das figuras parentais nos primeiros cinco anos de vida: um tipo especial de luto. Dissertação (Mestrado) -- Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 1988.

4.7 - Sistemas Familiares, Funcionais / Disfuncionais – 80 horas
Os aspectos históricos, conceituais e característicos do planejamento familiar. Desenvolvimento familiar.
Referências Bibliográficas
Bruce J. Fundamental elements of the quality of care: a simple framework. Studies Family Planning. 1990; 21(2):61-91.

4.8 - Grupos Familiares e Links Sociais
O contexto, a estrutura familiar e os papéis de gênero dos grupos familiares. Avanços conceituais e teóricos no estudo da família. Questões conceituais: desafios para uma definição da família contemporânea. Questões teóricas e metodológicas: contribuições de modelos sistêmicos para o estudo da família.
Referências Bibliográficas
Gomes, J. V. (1992). Família e socialização. Psicologia USP, 3, 93-105.
Vaitsman, J. (1994). Flexíveis e plurais: identidade, casamento e família em circunstâncias pós-modernas. Rio de Janeiro: Rocco.


4.9 - Psicologia Bíblica
Religião e Ciência. O Cientista como Ser Humano. A Psicologia à luz da Bíblia.
Referências Bibliográficas
Paiva, G. J.de. A religião dos cientistas. Uma leitura psicológica. São Paulo: Loyola. 2000.

4.10 - Abordagens baseadas na fé para a intervenção clínica
Religiosidade e saúde: aspectos históricos. Religiosidade e espiritualidade: definições. Enfrentamento: conceituação. Medida e avaliação do enfrentamento religioso.
Referências Bibliográficas
Peres JFP, Simão MJP, Nasello AG. Espiritualidade, religiosidade e psicoterapia: uma nova era na atenção à saúde mental. Rev Psiquiatr Clín 2007;34 Supl 1:136-45.
Stroppa A, Moreira AA. Religiosidade e espiritualidade no transtorno bipolar do humor. Rev Psiquiatr Clín 2009;36(5):190-6.

Trabalho de conclusão de curso
Discussão de projetos de pesquisa e avaliação de Programas. Elaboração do Projeto de TCC. Aprofundamento do conhecimento teórico-prático em atividades de interesse específico do estudante. Desenvolvimento de trabalhos acadêmicos: monografia, relatórios, artigos, ensaios, desenvolvimento de produtos e equipamentos.
240 Creditos / 3600 horas
Nível Bacharel
Sistema: E-Learning
View Full Info